segunda-feira, 12 de julho de 2010

HOSPITAL

Fui a Cuiabá, capital do Mato grosso, cuidar do meu pai que está doente. Fica anotado que o ambiente do hospital é aversivo para mim, quando entrei já queria sair, mas uma coisa me fez pensar, enquanto algumas pessoas ficam “perdidas” ( o que é completamente normal para mim), e desistem da vida, desesperados fazem da vida uma tortura, vivem mecanicamente ou se suicidam. Outros estão em hospitais ou não, se agarrando desesperadamente a qualquer fio de vida, não importando a idade, cor ou religião.Todos lutando para se manterem vivos, por medo da morte ou porque a vida realmente vale a pena. Talvez com uma dessas pessoas você encontre algum sentido ou não, por que a felicidade é diferente para cada um de nós. Mas pense o quanto a sua vida é preciosa, ame e tome cuidado com seu veiculo de transporte no mundo, seu corpo.

13 comentários:

Rogerio disse...

TEMOS UMA VIDA TEMOS QUE CUIDAR MUITO BEM DELA...E TAMBEM DO NOSSO CORPO...

Daniel Silva disse...

e tem alguém que gosta de hospital? a gente tem que se cuidar mesmo, pois a vida é só uma.

abraço

Fabiane Aline disse...

Ir ao hospital é muito ruim, é um lugar com energia muita pesada. Espero que o seu pais esteja melhor. Beijos.

neetho b. disse...

Hospital infelizmente ninguém vai porque quer. Só tenho isso a dizer, aah não ser que seu texto tá otemo (:

http://retrojovem.blogspot.com

Leonardo disse...

Acho que muitas pessoas não dão valor a vida que tem e quando acontece algo que as deixam incapacitadas de alguma forma elas pensam 2 vezes!!!!
Medo de morrer? Todos temos mas é algo inevitavel

Rafael disse...

=O
O seu post, bate muito com meu último post... mas isso é detalhe!
UAHUAHUAHAU
É isso ai, devemos dar muito valor a vida e principalmente pro nosso corpo.
Por isso crianças, não fumem, não bebam e só façam sexo pra reprodução AUHAUAHAUHAUHA

BjauM!


www.suportedamente.blogspot.com

Inez disse...

Nossa vida é extremamente importante e depende do nosso corpo, por isso, temos que cuidar dele com muito carinho.

Adilson Guimarães disse...

Meu corpo, meu templo! Muito bom seu post,

www.catarseonline.blogspot.com

Adilson Guimarães disse...

Novamente aqui, li pela segunda vez o seu texto e digo que pensei realmente mais profundamente sobre isso, a vida. O corpo que nos transporta pelas maiores experiências, tristezas e alegrias... Através dele podemos sentir, ver, tocar, perder o ar. E é isso que vale a pena, apesar de não sermos tão complacentes a isso.

Felipe disse...

Também odeio hospitais e acho que todos tem medo da morte, mesmo não adimitindo. Fiquie meio que com medinho do seu texto xD

Inez disse...

O ambiente hospitalar é péssimo, mas, muitas vezes temos que lidar com ele o que podemos usar para nos educarmos em relação à saúde.

Tay disse...

Bem, eu tive uma reflexão dessa uns dias atrás também, quando assistia a um clipe... Eu já estive muito mal algumas vezes, psicologicamente falando, mas eu nunca quis me matar, lógico que eu já quis morrer, mas só de brincadeirinha! Espero que um dia as pessoas aprendam a valorizar o que de mais lindo têm: a vida.
Beijos!
Parabéns pelo blog!!

Pobre esponja disse...

Melhoras para o seu pai.
Vc escreve muito bem para quem é tão nova.
Parabéns

abç
Pobre Esponja

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário