quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Um conto...Sobre mim..

Vestibular, o incrível é que querendo ou não querendo você tem que fazer não é? E ainda por cima aos 17 anos (geralmente) tem que se escolher a profissão, aos marinheiros de primeira viagem você não é obrigado a seguir uma carreira para o resto da vida. O negócio é quando eu fui decidir uma profissão eu estava em dúvida entre nutrição, arqueologia, fisioterapia, PSICOLOGIA, medicina, escritora, enfim, várias, mas eu queria algo que ajudasse ás pessoas então o que venceu foi psicologia. Escolheu o curso? Não, não é meio caminho andado, ai você tem que entrar na universidade pública e estudar pra caramba (e ter estudado muito foi o que eu deveria ter feito), no dia do vestibular você esquece os óculos de grau (como eu) fica com muita dor de cabeça, é a vida, mas consegue fazer a segunda prova. Depois você fica um mês super-ansiosa esperando o resultado que não sai (porque você também quer mudar de cidade), ai um dia ele resolver sair, saiu o resultado, e você... e você não passou (aconteceu comigo), e estava crente que iria passar (acreditar que vai passar é importante), então você nem sabe o que faz, se chora, se tenta suicídio ou como você vai contar pro seus pais seu FRACASSO ( não é drama , aconteceu mesmo e não foi o fim do mundo), ai você nem sabe o que vai fazer da vida, e ai mais dia menos dia, sai a segunda chamada e foi mais ou menos assim BATEU NA TRAVE , OCORREU O REBOTE E É GOOOOOOOOOOOOOOL, você está dentro da Federal, e você fica feliz e talzs e volta acreditar que Deus existe. Quando você entra na universidade ainda em dúvida do curso que escolheu (como eu), ai que os problemas começam, você gosta do curso ( reze para isso acontecer), tem que escolher uma área de trabalho e ser escravizado por milhares de trabalho que nem vai dar tempo de você ter um blog decente, e ai vai surgir a insegurança de NÃO conseguir um emprego, e você tem que ter uma segunda opção, no meu caso era ser motorista de caminhão, porém a oftalmologista te nega sua salvação dizendo que você tem um pouco de estrabismo que nem você consegue ver esse estrabismo e não é piada não gente, até hoje não entendi por que estrabismo afeta dirigir um caminhão, estou aprendendo a costurar roupas, mas o sonho de ser motorista de caminhão estará guardando dentro deste coração. Enfim, BOA SORTE no vestibular, e não desistam do que vocês desejam.

13 comentários:

Francorebel disse...

Quem conta um conto.... essa coisa de profissão costuma deixar muita gente louca.... parece que, para você, foi uma bênção escolher esse curso.... estou enganado?

F.

Rayane France disse...

Olá, vi seu blog em algum lugar rs.
Tô seguindo , achei seu template tãããão lindo !
beijo beijo

http://pensamentos-bobos.blogspot.com/

Nivaldo Gomes Filho disse...

tudo na vida é questão e escolha


prabens pela sua esoclha e boa sorte que o senhor te abençoe

ɑlεssαndro oliveiяɑ ツ disse...

Parabéns pela escolha, boa sorte.

meucaonaochupamanga.com disse...

É, a vida é esta mesma! Eu passei por isto! Decidi por arquitetura e estudo em uma particular, já que não quis sair de minha cidade pra ir pra uma federal! Mas é isto aí, 1 ano se passou e hoje aos 18 já estou no 3º de 10 períodos! A gente sobrevive!
Boa sorte!

Nicelle Almeida disse...

É isso aí, minha flor. Apesar ds dificuldades n podemos dsistir pq pedras pelos caminho sempre temos. Todos os cursos tem suas dificuldades e devemos nos esforçar para vencer cada uma delas.

Um super beijo e todo sucesso do mundo pra vc =D

www.nicellealmeida.blogspot.com

Nicelle Almeida disse...

Estou te seguindo, adorei o seu blog.

Me segue tb?
Te espero lá ;)

www.nicellealmeida.blogspot.com

Alex Azevedo Dias disse...

Lady, como psicoterapeuta, entendo que os últimos anos do ensino médio, são os instantes nos quais o adolescente é convocado a responder à demanda de “ser alguém”. Demanda de uma impossibilidade radical, pois traz à tona um inquietamento, uma questão: De quem é o desejo, meu ou do outro? “Ser alguém” é sinônimo de uma profissão? O que realizar? Uma vocação, um prazer pessoal, ou um rendimento sócio-econômico? É possível uni-los? O adolescente, categoria contemporânea, inexistente em outros tempos, concerne à transição, um nem lá nem cá, nem criança nem adulto, mas é justamente nesse período conflitante que o sujeito é convocado a responder o que é para o outro e o que esse outro quer, ou seja, seu desejo no meio disso tudo. De uma forma abrupta, o adolescente precisa escolher, sustentar uma decisão, sendo essa escolha, imaginariamente, de conseqüência duradoura, “para toda sua vida”, passar a “ser alguém”.
Parabéns pela iniciativa do blog. Abraços e boa sorte em suas escolhas!

Duo Postal disse...

Achei seu texto engraçado e com certo ar de rebeldia com esperança. Escolher o que se pretende fazer na vida é algo realmente complicado e complexo. Devemos ter sorte nas escolhas que fazemos na vida.

http://duo-postal.blogspot.com

Agnes disse...

Desistir nunca, tentar sempre e se erguer qndo nada der certo!

Tatiana disse...

Desistir é pior que fracassar. Eu sinceramente não sei por que dessa pressão com o vestibular. Eu sempre fui muito tranquila com isso. Tem que estudar, bora lá, tem que fazer uma prova, ô bora fazer. Passei, ótimo, só vou continuar estudando como já fazia. Não passei, tah, quem sabem na proxima..
Nunca deixei de sair com minhas amigas por isso, de ficar no msn quando quis, de assistir desenho animado.. Sempre funcionou comigo.
O pior de tudo mesmo é vc entrar num curso que não tah curtindo e perder um tempo preciooso que vc teria ganho se tivesse escolhido o curso certo. [aconteceu comigo, rsrs] mas nada mortal. Eu to aqui viva, e to aproveitando o temppo e curtindo o curso.
Boa sorte pra vc.
Tah, e afinal, vc fez e passou pra que mesmo afinal? Ficou a dúvida no ar... rsrs

kisses
__
http://coracaoonline.blogspot.com/

jpfox8 disse...

A frase "Deus escreve certo por linhas tortas" é atualíssima e acredito ser a rege boa parte das vidas das pessoas. Sucesso!!!
Inté...

Obs: Adorei o conto. Deve ter saído de uma vez só e incrivelmente escrito de coração.

Poison-Mandy FPB disse...

Ah deve ser barra passar por esse dilema, sabe?

Mas a vida é feita de riscos, e temos que correr alguns pra sermos bem sucedidos.

http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário