domingo, 20 de fevereiro de 2011

Aos que não se apaixonam...

Eu já vi dezenas de textos nos blogs, de pessoas solitárias, de pessoas magoadas, relacionamentos complicados, de saudade, mas eu nunca vi um texto em especifico sobre as pessoas que não conseguem se apaixonar, não quero dizer  que elas são friamente calculistas e que sabem separar as coisas bem.
São pessoas que raramente se apaixonam , esse tipo de pessoa pode ser bastante complicada, é bipolar seu humor altera entre querer se apaixonar ou não e até colocar um status orgulhoso  de que nunca se apaixonou ou não se apaixona com facilidade, pode ser contraditório gostar tanto de carros antigos como de carros futuristas, pode querer pertencer a um lugar, mas também querer abraçar o mundo, pode ser alguém inconstante, mas eu acho que seja por isso que essa pessoa é assim tão diferente, por que ela descobre ou procura descobri  as coisas, quando ela se apaixonar acho que ela vai poder mostrar coisas maravilhosas para o seu parceiro, coisas que não eram  compartilhadas. Ás pessoas podem se apaixonar num olhar, podem se apaixonar num tropeção, mas para essas pessoas que tem dificuldades de se apaixonar também pode ser assim, mas elas não estão a procura de uma paixão desesperadamente, elas querem que ocorra tudo naturalmente, sem forçar, porque pra essas pessoas não se apaixonar é natural... 

15 comentários:

tallita.kt disse...

conheço, eu D;
Tenho 18 anos e me apaixonei uma vez soh ateh hoje, e foi uma coisa bem inesperada.

No inicio quando eu via que todo mundo a minha volta estava apaixonada ou quase, era ateh angustoante nao estar tambem, mas depois passa a ser uma coisa totalmente normal e ateh necessaria.

bjo bjo
http://sverbal.blogspot.com

Kell Alves disse...

Sabe q eu nunca tinha olhado por esse lado. Pensando bem tem gente q não consegue mesmo se apaixonar e se esconde atrás de máscaras de solteirões convictos e pessoas bem resolvidas, o nem de longe é verdade. Um pena! Pq as surpresas, saltos e sobresaltos de uma paixão deixam o coração mais aquecido.

Alex Azevedo Dias disse...

Se você analisar um pouco mais, chegando um pouco mais perto, verá que todos são bipolares. Todos querem e não querem, às vezes simultaneamente. Todos amam e odeiam, gostam e desgostam, se escondem para aparecer - aparecem para se esconder. A origem etimológica da palavra "patologia", corresponde às raízes gregas "pathos" (paixão) e "logos" (razão). Patologia, antes de ser incorporada pelo discurso médico, como sinônimo de doença, significa simplesmente a lógica da paixão. Os gregos temiam a paixão - talvez daí que seja oriundo o sentido atual de patologia - como uma coisa que entorpecia a tão valorizada capacidade humana de pensar. Passional, patético, passivo, tudo vem de "pathos" - paixão. Aquele que não se apaixona é o "apático", desensibilizado, desafetado. Um grande abraço!

Jefferson Reis disse...

Eu sou assim. E pode fuçar meu blog que tem um monte de post que falo disso. Leia esse http://garotomalintencionado.blogspot.com/2010/12/function-disableselectereturn_26.html

gatinhafofa disse...

não conheço ninguem que não esteja apaixonado ou que não se apaixonasse nem sequer uma vez. falando em mim sou super apaixonada pelo meu namorado e sou feliz com ele. beijinhos amiga!!

Carolina Prestes disse...

amei seu blog menine, achei coisas mt legais aqui *-* e mt obrigda por comentar no meu, adoro saber o que as pessoas estão achando rs! e tive boas ideias entrando aki. paz!

KINHA disse...

Olá

Adorei a sua visita...

QUER GANHAR UMA JÓIA? FIQUE LIGADO E SAIBA COMO...

BJOOOOOOOOOOOOO

http://amigadamoda.blogspot.com

Rebeca Youssef disse...

Algumas coisas não tem hora nem lugar. Acontecem. Gostei daqui.

Branca disse...

Eu sou uma que fico louca pra me apaixonar e quando acontece eu logo tento escapar... depois quero me apaixonar de novo. Não sei se sou muito exigente... ou se sou voluvel mesmo. Só sei que não gosto de me sentir presa demais. Quando me apaixono de verdade mesmo ... morro de medo.

Aff

Sou complicada.

bjos

SarahA. :} disse...

Eu sou exatamente assim; mas também quando me apaixono... sofro, demoro a me desapaixonar! É terrivel //*

blogatilados disse...

Interessante seu texto.
Parabéns pela desenvoltura.
Sucesso sempre.

Leitura Clandestina disse...

Gostei do blog. Não li os textos ainda, mas achei o design bem transado. Como se faz isso? Vamos trocar figurinhas?

Jaque*Sampaio disse...

Sim conheço!!! a pessoa por quem me apaixonei é assim.não consegue se apaixonar,na verdade ele acredita amar uma unica garota e somente ela é tudo ~~!!quer tudo da forma dele e nada é tão facil como é pra mim...a gente se curtiu muito agora que me apaixonei ele se afastou dizendo que eu quero mais do que ele pode me dar!>.<
Desabafei ^^ tank you!!

Elza disse...

Cada um transparece o que tem em experiência...

transparece os reflexos de sua experiência, ou seja... se há pessoas que possuem dificuldade em se apaixonar, algo em seu viver... em sua experiência (talvez até involuntariamente) "fez" com que fosse assim.

Mas ter dificuldade em se apaixonar, em nenhum momento deve ser associado em "Não ter sentimentos".

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa... tanto porque, o sentimento, seja ele qual for, é inerente ao ser! Não existe o "não ter sentimentos".
Abs.

Yauri disse...

Eu sou uma dessas pessoas que nunca se apaixonaram, e esse texto é realmente incrivel acho que me conheci melhor com esse texto!

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário