sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Esse tal de "amor"


Sem dor. Sem rancor. Sem emoção. O amor é como um vagalume, como crianças encantadas por ele queremos chegar mais perto e ele sempre nos escapa, por fim, quando o alcançamos  é porque  o vagalume está parado, brilha por mais uns instantes e depois se apaga.
Eu queria saber quem colocou na nossas cabeças que temos um amor pra vida inteira e não vários amores ao longo da vida, talvez alguém que estude o assunto possa explicar isso e pasmem não vai ter nada de romântico nessa explicação. Saibam que o movimento do romantismo (me corrijam se eu estiver errada) tem mais a ver com um amor não concretizado, uma situação dramática do que com uma linda história de amor. Por isso, na minha humilde opinião, vejo uma certa beleza no amor platônico, um amor que não é concretizado, é idealizado e por fim perfeito. 
Não quero passar a impressão que quero falar mal do amor, pelo contrário acredito no amor fraterno. Meu primeiro amor foi e continua sendo a minha mãe, sim, até hoje, apesar da distância ela está sempre ao meu lado. Se você pensar bem, talvez você tenha alguns amores que são para sempre, mas você insiste  ainda naquele outro amor, tudo bem é seu direito e não estou dizendo para você desistir disso, a escolha é sua.
Eu já notei que as pessoas que mais reclamam que não encontrão uma pessoa pra fica junto, são as que mais dizem eu te amo, são as que mais entram em um relacionamento e saem de outro, são as pessoas que aparentemente são sensíveis e românticas (não estou dizendo que essas pessoas são malvadas ou coisas do tipo que fique bem claro). Isso me faz lembrar da Taylor Swift, ela sempre faz canções que falam de amor ou de términos, mas para isso ela teve vários amores, ou seja, é preciso experiência e ela sempre está pronta para isso (não estou criticando é apenas uma comparação para vocês entenderem melhor). E ai vem a Miley Cyrus, não escuto muito suas canções, mas ela tem um estilo oposto ao da Taylor e namora (noivou) há tempos um cara ai. Olhando desta perspectiva você já tenha pensado em algumas pessoas. Talvez muitos discordem deste exemplo, mas vou terminar por aqui e deixar vocês tirarem suas próprias conclusões sobre este parágrafo...

P.S: Não quero intriga com fã de nenhumas das duas só foi um exemplo para ilustrar o que eu quis dizer, então sei que você é educado o suficiente pra deixar uma critica refinada!

Um comentário:

Jessica Zuza disse...

E o pior que isso é verdade, mas cada um tem seu tempo de aprender certas coisas.

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário