sexta-feira, 15 de abril de 2011

Invisível

Algumas pessoas nascem com super-poderes, e um deles, que eu quero comentar, é a invisibilidade, não foi adquirido através de um acidente tipo a mulher-invisível, você não ganhou uma capa de invisibilidade igual ao Harry Potter. Um dia você acorda e nota que ninguém te ver, que ninguém te nota e isso pode te incomodar. Ás vezes isso acontece na sua própria família, ninguém te ouve, ninguém quer saber o que você anda fazendo, ou na escola, você tem certeza que é invisível porque não se encaixa nos padrões de beleza, se olha no espelho e se acha tão feia, tão inadequada, porque você quer simplesmente “ser da turma” chora, escreve, pinta, grita ou ás vezes só fica invisível. Se sente a típica garota(o) de um filme americano, mas até as garotas do filme americano são incentivadas a ser quem são, que é legal ser invisível, mas isso vai depender de quem tiver esse poder, vai achá-lo um dom ou uma maldição. Você acha que na faculdade as coisas podem mudar, talvez continue a mesma coisa, talvez piore ou você tem a força de vontade para mudar e passará a ficar “on” 24 horas. Mas quando você notou que era invisível algo causou isso em você e ai você percebe que quer mudar, que quer ser vista, porque quem não é visto não é lembrado. Mas você está preparada(o) para a mudança? Pense bem, não seja radical, comece mudando lentamente, com segurança, porque não adianta perder seu dom/maldição da invisibilidade se você não vai se sentir confortável com a situação. Não desista da sua felicidade, mesmo que isso implique mudar, é relevante lembrar que mude com segurança, porque mudar faz parte da vida, uma escolha pode mudar tudo tipo “efeito borboleta”, mas se for mudar mude para melhor e tente de vez em quando não ficar no “talvez”...



13 comentários:

NeyaRa disse...

As vezes tbm me acho invisivel, mas as vezes é bom ser, mas outras horas incomoda bastante, pois parece que vc tenta falar com todos de qualquer maneira e parece que ninguem te percebe, mas as vezes vc tbm consegue ser notada, finalmente, hehe
Beijoo
http://harmless-monsters.zip.net/

Tute Braga disse...

Qualquer mudança, por menor que seja, é sempre um processo de dentro para fora. E nem sempre ela é fácil. Mas, na maioria das vezes, seu resultado é satisfatório.
Eu falo por mim mesma. Foram 2 anos de terapia. Eu mudei MUITO, mudei a forma como lido/vejo as coisas. E isso me ajudou muito. Sou menos estressada, sofro menos. É libertador!

É sempre bom passar por aqui! ;***

Ana Claudia disse...

Sempre, se for mudar, mude pra melhor!!!

Até!!

http://dedeaninha.blogspot.com/

Ballad Of Girl disse...

duro é quando todos te notem e depois, esquecem de voce

http://balladofgirl.blogspot.com

meninabr disse...

Muuuuuuito legal esse texto, vc escreve bem flor. Isso é realidade na vida de muitas meninas.. Infelizmente

http://meninabr.wordpress.com
@michelesilva_

Lucyano Jorge disse...

Mude sempre, é o ciclo da vida.

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

Gil disse...

As mudanças são absolutamente necessárias para a evolução da vida,o bom é aprender a direção certa averiguando os caminhos que se tem para seguir,e não após dar um passo errado...

Ravi Barros disse...

Às vezes eu tenho vontade de que ngm me note, mas pensando bem, acho que seria muito chato.

=(

Filipe Dias disse...

Mude, mas seja sempre vc msm

Jéssica Moura disse...

Muitooooo bom o post
Seu blog está de Parabens viu?!
Estou te seguindo
beijos

www.jmphotosnet.blogspot.com

Marcelo Mesquita disse...

A pior solidão é aquela em que é sentida em meio a multidão. É terrível se sentir "invisível". O ideal é realmente sonhar e lutar pelos nossos sonhos, aí sim, seremos quem sabe um dia reconhecidos.

http://duo-postal.blogspot.com

Saulo Thiago disse...

show de bola... a mudança pra melhor sempre é melhor opção!! adorei o post

verdadesquemeconvem.blogspot.com

jaka disse...

É como o tio Ben disse, com grandes poderes vem grandes responsabilidades...

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário