quarta-feira, 11 de maio de 2011

Carta...

Querida Vovó
Você deve está se perguntando  por que recebeu uma carta em vez de um email como de costume, é porque eu tenho a esperança de que quando está carta chegar em suas mãos essa sensação de tristeza tenha passado. Mas eu queria te perguntar, justamente a senhora que já viveu muito, porque nós, seres humanos, temos essa mania de esconder a tristeza? Eu já vi milhares de textos do tipo “Não chore porque acabou. Sorria porque aconteceu.” Eu acredito que devemos sempre ver o lado bom das coisas, mas passando por cima do que realmente estamos sentindo? Não acho isso justo, já estive com o coração dilacerado diversas vezes e preferi sorrir em vez de chorar, hoje eu não sei como se chora e queria muito saber qual é essa sensação, de sentir a alma aliviada só por poder chorar. Eu olho meus olhos cansados no espelho e não me reconheço, vejo muita coisa reprimida, mas por mais que eu tente não consigo por pra fora, eu virei meu melhor amigo, converso sozinho, posso até parecer louco, mas conversar sozinho me alivia um pouco a alma, meus pensamentos não suportam mais ficarem presos, eles querem ser ouvidos, nem que sejam por mim mesmo. Mas eu acredito que apesar disso eu ainda vou continuar achando que os fortes são aqueles que não demonstram sentimentos, contraditório? Sim, contraditório,  é como dizem por ai “Faça o que eu falo, não faça o que eu digo”, mas quando, a tristeza passar me esquecerei de todas essas reflexões...
De seu neto, que te ama muito.

13 comentários:

Ana Claudia disse...

Legal... eu gosto de demonstrar meus sentimentos... na verdade, sou chorona, e não consigo esconder por muito tempo rsrsrsrs
Até!

Jaque*Sampaio disse...

A alegria pode ser expressada atraves de um sorriso,mas a tristeza dificilmente será aliviada em apenas uma lagrima.

Cabeça Feminina disse...

Achei seu blog mt interessant e estou seguindo-o!

qnd tiver um tempinho, de uma passadinha no meu?


bjooos

http://cabecafeminina.blogspot.com/

Luana Pagung disse...

Que lindo isso. Me imaginei escrevendo uma carta para a minha avó (que já faleceu, vou fazer isso e guardar. Obrigada por despertar essa lembrança boa. :)

p.s: Lady, obrigada pelo carinho lá no blog, fico muito feliz que tenha gostado de passar por lá.

Bisous =**

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Lindo!
Expressou muito bem...
É verdade sim, as vezes queremos mascara a tristeza enquanto seria mais facil deitar no travesseiro e chorar. E logo depois tudo passa....

BeijO, te espero no meu blog!
http://evesimplesassim.blogspot.com/

Pretérito (im)perfeito disse...

lindo texto/carta

North.Boys disse...

gostei muito do blog!
retribui a visita ?

www.boysnorth.blogspot.com

Filipe Dias disse...

escreve lindamente...

@iamvictor_ disse...

Primeira vez que eu venho aqui e já fico de cara com um layout desse. Adorei

Sandro Mangueirense disse...

Espetacular... Que bela crítica você fez aos tempos de hoje, onde tudo é tão artificial, que as lágrimas já são artigos raros... As pessoas estão menos humanas e mais clichês... Basta jogar um sentimento no google pra encontrar a frase feita certa... MUITO BOM ESSE TEXTO, QUE SIRVA DE REFLEXÃO PARA TODOS NÓS!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Tati disse...

Reprimir sentimento é adiar problema...

Lilly Black disse...

Awwwn *-* que lindo isso! Adorei!!
Adorei o blog também, muito muito lindo mesmo!
Já sigo e recomendo! Sucesso!

http://iampurplepineapple.blogspot.com/

Marcus Alencar disse...

Acho que as emoções, mesmo as mais intensas, tem mais de um caminho para serem expressadas. Infelizmente, nem todos expressam do mesmo modo e há pessoas que, como eu, podem até estar tristes mas que os outros nunca percebem. Penso que chorar é bom porque lava a alma, descarrega a dor aos poucos e nos ajuda a clarear a mente para enfrentar a dor e consequentemente aprender com ela. Por outro lado, é bom se distrair e não se entregar a dor dando tanta força a ela, aumentando os problemas. Enfim, é algo complexo e cada um encontra seu caminho para lidar com isso.

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário