quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Eu não vivo em busca do "para sempre" e isso me acalma...

Eu não vivo em busca do "para sempre" e isso me acalma. Na verdade eu remo contra a maré e penso que as coisas sempre devem estar abertas as mudanças, mas o "para sempre" que todos procuram, parece que está tão espremido  sobre o peso de tantas expectativas, tantas idealizações. Quando ás pessoas dizem coisas e finalizam com um "para sempre", eu penso "Quanta bobeira!" e lembro do Vinicius de Moraes que era tão sábio e já dizia "Que seja eterno enquanto dure!". Quando as coisas não dão certo, sim podemos nos desesperar, despedaçar, momentaneamente, mas ai, em vez de gastar muito tempo se lamentando, calçamos galochas, pois não sabemos que tipo de terreno que vamos encontrar, e saímos a procura de  um cometa que possa nos guiar pra outro lugar. Pode parecer que quem não procura uma vida do tipo "pra sempre" pareça ter uma história solitária, mas você já viveu assim? Engraçado, que muita gente acha que pra estarmos completo precisamos do outro, mas será que precisamos tanto assim? Será que temos que nos completar? Será que apenas não precisamos apenas somar com o outro e enriquecer um ao outro? Tipo assim, ter momentos eternos? A gente só se sente solitário quando não tem amor pela gente mesmo e não é clichê e nem bobagem dizer que pra viver com o outro temos que nos amar primeiro e que pra viver momentos eternos temos que esquecer do "pra sempre", lançar as idealizações para longe e correr para um abraço bem apertado com a realidade...

4 comentários:

Matheus Martins disse...

Lindo o seu texto, eu também não dou importância ao para sempre, acredito mais na frase de Vinicius!
www.vitrola3000.com

Liste e Realize disse...

Para sempre a gente precisa se amar e para sempre a gente deveria viver....
Quanto ao "outro", não sei...
Você falou bem no peso das expectativas.
Adorei o texto, é minha primeira vez aqui, voltarei.
Beijo,
Pâmela Rodrigues
http://listerealize.blogspot.com

Jéssica Carine disse...

Muito bom Luana, muito bom mesmo!
"o "para sempre" que todos procuram, parece que está tão espremido sobre o peso de tantas expectativas, tantas idealizações. Quando ás pessoas dizem coisas e finalizam com um "para sempre", eu penso "Quanta bobeira!"
"pra viver momentos eternos temos que esquecer do "pra sempre"

amei isso cara! Parabéns pelo texto

por Jéssica Ribeiro

Luma Strobel de Freitas disse...

Compartilho dessa verdade e fico feliz de ler um texto seu :)

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário