domingo, 7 de julho de 2013

Ele e ela


Ela estava na sua pequena bolha. Ele na sua vida pacata. Um dia se encontraram. Conversaram. Ela o achou divertido. Ele a achou bonita e inteligente. Ele acreditava no amor. Ela não. Ele gostava de exatas. Ela de humanas. Ele não tinha medo de se arriscar. Ela tinha medo de arriscar, apenas, seus sentimentos. Toda vez que ela tinha um drama pra contar, ele fazia graça. Ela sorria e percebia que seu drama era bobagem.

 O tempo passou. Segundo ela, tinham um relacionamento aberto. Segundo ele, era um namoro disfarçado de amizade. Ela não queria nada que envolvesse apego. Ele queria tudo que envolvesse estabilidade. Eles tiveram muitas brigas. Ele percebeu que era importante pra ela ter um tempo (que podia ser dias) pra ficar sozinha. Ela aprendeu que nem tudo tinha quer do seu jeito. Eles foram aprendendo muitas coisas um com outro. 

 Ela passou a sentir muita saudade dele e ficou apavorada. Ele sabia que a saudade era amor. Ela não gostava de planejar por que tinha medo que as coisas poderiam não dá certo. Ele tinha paciência e não tinha medo de planejar. 

 Um dia eles saíram pra fazer um passeio de balão. Ela o pediu em casamento. Ele aceitou, para provar que era amor. Um amor maior que eles. 

  {Texto escrito no domingo ouvindo músicas do Coldplay}

2 comentários:

Liana Stéfane disse...

Que liiiinduu *-*
ameiiii <3

Fernanda Rodrigues disse...

Coldplay me deixa deprimida, talvez porque eu sou como ela! hehehehe

Adorei!
Seu texto é um brinde ao amor!

Um beijo,

http://algumasobservacoes.blogspot.com/
http://escritoshumanos.blogspot.com/

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário