terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Entre homens e mullheres



Curioso e tenso é o comportamento dessa espécie,  assim como existem os ditos “cafajestes” entre as  mulheres  e que todo mundo esquece  que também há as “perigosas”. Eu só queria que esses homens e mulheres começassem o ano e por que não o resto da vida? fazendo umas pequenas mudanças. Para os Homens, por que vai pedir o telefone dela se você não vai ligar? Se não estará interessado no dia seguinte ou no minuto seguinte nela então  NÃO PEÇA! É tão simples. Tenha a decência de não paquerar a prima, irmã, melhor amiga na frente dela, poupe-a desse constrangimento. Não diga que vai sair com ela e não saia, maquiagem e outros itens são caros e psicólogos também! Na hora de “dar um fora” não fique enrolando a moça, pois dependendo do tempo que você há enrolar ela poderá ficar mais iludida camarada, e ai só lamento se seus pneus forem estourados acidentalmente ou você acordar com a casa pegando fogo inexplicavelmente . Para as Mulheres o mesmo vale essa de não iludir ( você poderá está contribuindo para a taxa de alcoólatras ) ou de paquerar o amigo ou parente do moço ( você já viu aqueles casos de tragédia no jornal ? Mulher e amante mortos brutalmente. Pense bem! Eu pensaria). Provocar a ex do cidadão, está comprovado cientificamente que nem toda ex é santa, convenhamos isso é descer do salto e ai quem apóia  a moça ( tipo a familia do seu parceiro) não ficar "de bem com você", só lamento . E por último fazer chantagem emocional é a pior de todos, fazer o moço se sentir culpado, engravidar e sei lá quantos  tipos de artimanhas você pode fazer com a chantagem, eu só te digo uma coisa sua desequilibrada, obsessiva, procure tratamento!Já mocinha!


P.S: Algúem me explica porque numa discussão os homens são obrigados a ser "delicados" e as mulheres usam toda sua agressividade independente de quem seja  a culpa? Mulheres sejam educadas, nem todos os homens são obrigados a  aguentar grosseria em tempo integral...
Texto não científico, apenas irreverente.

13 comentários:

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

isso ai! 100% apoiado! Chega de chantagem emocional e gente que enrrola!
Vamos todos tomar vergona nas carinhas... Nossos pais não nós criaram pra isso (pelo menos os meus não...)

Aline Emerick disse...

Gostei muito do seu post... realmente nós mulheres temos que ser mais delicadas aos homens mesmo...
Adorei!

Raoni Piagem disse...

Gostei do post mulheres qtem que ser mesmo mais delicadas

Nicelle Almeida disse...

Adorei seu post, minha flor.
Conselhos super valiosos. Se todos seguirem, já vai melhorar mta coisa =)

Beijos!

www.nicellealmeida.blogspot.com

Na Expressão. disse...

voce deixa o link na comunidade http://www.orkut.com.br/Main#Community?rl=cpp&cmm=104586029 ;*

barbaranonato disse...

Chantagem emocional! Ainda tem muita gente que insiste nisso... Patético até, sobre meu ponto de vista; atitude de gente pequena.
Teu post disse tudo!

V¡ии¡¢¡µs ツ disse...

eh bom mermo as mulheres serem mais delicadas!
:) acesse

Site da NET | Portal de Novidades

Guilherme disse...

Existe muitos cafajestes sim nesse mundo e não e poco pelas historios q ouço!

Ana Lucia Nicolau disse...

é, realmente, todo ano que começa dá oportunidade de mudança de conduta....infelizmente as pessoas que precisam mudar nem sempre aproveitam essa oportnidade

Duo Postal disse...

Infelizmente vida a dois é algo muito complicado.

http://duo-postal.blogspot.com

Filipe Dias disse...

Infelizmente a seraparção entre homems e mulheres esta muito alem de apenas biologica

Raylane Carolina Fortunato disse...

"Algúem me explica porque numa discussão os homens são obrigados a ser "delicados" e as mulheres usam toda sua agressividade independente de quem seja a culpa?"


Me definiu, mas é dificil raciocinar nessas hr, principalmente quando se tem algum transtorno :/
gostei do blog.
Seguindo...

bjo
www.estivepesando00.blogspot.com

Alex Azevedo Dias disse...

Como resposta, citarei um trecho da entrevista concedida pela professora de letras da uerj e psicanalista Nadá Paulo Ferreira, ao também professor de letras e psicanalista William Amorin:
W. A.: Nas conversas de bar, entre amigos, nos consultórios psicanalíticos, é recorrente a queixa de muitas mulheres e alguns homens (vamos colocar assim, ainda que a psicanálise entenda essas categorias de um outro modo que não o de gênero) de não terem um amor, de estarem sozinhas, que ninguém quer compromisso, que não tem homem no mercado (casaram ou são gays), etc, etc, etc... Como a senhora escuta isso?
N. P. F.: Isso é papo de neurótico, o qual está sempre insatisfeito, reclamando do que tem e sonhando com o que poderia ter. Até porque se tiver não é isso, é outra coisa. Não gosto de nomear ninguém de gay, mas tenho amigos que se autointitulam gays. Eles também reclamam da mesma coisa. Só há homens interessados no dinheiro e que não querem se envolver para depois da cama. O que os reclamantes esquecem é a implicação deles nesses desencontros. Eles se comportam como se fossem belas almas indiferentes...

Link da entrevista completa, caso haja interesse http://www.benfazeja.com/2010/12/william-amorim-entrevista-nadia-paulo.html

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário