terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Sobre padrões de beleza e criticas...

Duda sempre foi uma criança magrinha até os 12 anos, perto do seu aniversário dos 13 anos, devido as mudanças hormonais Duda começou a ganhar peso. Um dia triste foi quando a professora de Ed. Fisica foi medir e pesar todos os alunos da classe, enquanto suas amigas pesavam por volta de 43 a 45 kg, ela pesava 52 kg. Com o tempo ela foi crescendo e o peso aumentando. Havia uma amiga de Duda que sempre chamava ela de gorda e dizia que era apelido carinhoso, Duda fingia não ligar, mas aquilo a magoava tanto e o que ela fazia quando ficava triste? Comia feito uma condenada.
Duda queria emagrecer para comemorar seu aniversário de 15 anos, mas secretamente, não queria mostrar aos outros que era infeliz com o seu corpo, tentou algumas dietas mirabolantes, ficou até um dia sem comer e quase desmaiou! Resultado voltou a comer de novo e la nas fotos do aniversários de 15 anos estava “Duda a gorda“ e não “Duda a magrinha”, ela tinha tanta vergonha dessas fotos que resolveu esconder todas, como se os 15 anos nunca tivessem acontecido.
Um dia Duda desistiu das dietas, desistiu do corpo perfeito que a sociedade queria e resolveu comer o que queria e sem culpas, mas ai com o passar do tempo Duda viu que isso também era errado e ela concluiu que:
“Não há problema nenhum em querer emagrecer desde que isso seja feito de forma saudável, não há problema em comer de tudo, porém tem que ser com moderação, tanto o que é de menos como o que é de mais acabam destruindo o corpo, tem que ser na medida. Viver perto de pessoas que só apontam seus defeitos e não te ajudam a melhorar é um problema, em vez de criticarem seu peso, apontarem sua condição fisica, que eu já sabia que tinha pois tenho espelho em casa, os amigos poderiam, ás vezes, só ás vezes  me arrastar para praticar uma atividade fisica e pedir alimentos mais leves e saudáveis quando saíssemos. Quando palavras não fazem efeitos temos que recorrer as ações.”

8 comentários:

Cáah Lima disse...

O assunto abordado é algo tão sério, disturbios alimentares é doença, e foi muito legal como vc apresentou isso! *-*
http://oicarolina.wordpress.com/

@Tomajeitorapaz disse...

é a questão de ninguém nunca estar satisfeito com o que é. Tudo bem que tem uns mais exagerados que outros né. u.u'

Mel Cardoso disse...

esse é um dos grandes motivos do bullying, os padrões.. acho uma besteira isso *-*
Ótimo post!

www.caprichando.com

Aláina Vanzella disse...

Acho que ninguém deveria se esforçar para viver conforme os padrões de beleza, afinal cada um deve decidir o que usar, quanto pesar, do que gostar

http://29-maio.blogspot.com

Joguete do Destino disse...

O segredo da vida é o equilíbrio, precisamos dominá-lo, pois a vida nada mais é do que um pouco de tudo.

bj, ana karoline.

Fernando disse...

Olá Lady
nestas horas é que os bons amigos são fundamentais, pq tem mta gente q só puxa a gente pra baixo.

gde abrsss
Fernando dos Santos

Biia disse...

Todos deveriam tomar consciência de que na verdade ñ existe um padrão , todos podem ser belos , do jeito que são.


http://flakes-bia.blogspot.com.br/

Vilson disse...

Penso que não deve existir padrões de beleza, padrões prontos que devem ser seguidos,o que devemos é seguir o que nos faz bem, na saúde e no coração.

Seguir padrões? não! afinal de contas a coisa mais bela que Deus fez foi a individualidade de cada um.

Parabens

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário