quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Vida Longa


Vida longa a todos, mas principalmente a todos aqueles guerreiros que foram saqueados em batahas, destituidos de seus sonhos, porém que ainda tem força para enxergar um arcó-iris ou melhor que imaginam um arco- iris com um pote de ouro no final.
Vida longa ao Dom Quixote reprimido de cada um, pois o que seria de nós sem um pouco de loucura na vida? A loucura não é conhecida por ser descontrolada?  Sem medida, “descabelada”, portanto ela é irmã da paixão, pois o que movia Dom Quixote não era a loucura, mas a paixão por seus ideiais, ou seja, seus sonhos. Me lembrei de uma históra no qual todos os sentimentos resolvem brincar de “esconde-esconde” no final depois da Loucura conseguir encontrar a  todos, porém só faltava o amor. A Loucura não conseguiu encontrar o Amor, então como ela não tinha nada para fazer resolveu cutuca uma flor com um graveto, de repente ela ouviu o grito mais dolorido de sua vida, ela tinha, sem querer, furado os olhos do Amor que havia se escondido na flor, a Loucura ficou desesperada e prometeu acompanhar o Amor para todo o sempre, por isso que o Amor é cego e a Loucura sempre o acompanha.
 Vida longa a felicidade, não a felicidade eterna, mas aquela de poucos minutos, o sorriso de uma criança, um sorvete numa tarde quente, o suave deslizar da brisa no rosto, ou seja, as coisas simples da vida que devem ser valorizadas. Vida longa a você que mesmo com o barco afundando continua a viver e que ainda procura sentir um turbilhão de sensações.... Vida longa ao rei e que esse rei seja você!

7 comentários:

Just Livros disse...

você escreve super bem "Vida longa ao Dom Quixote reprimido de cada um" concordo com isso ;)

Fernando disse...

olá Lady
Que texto Legal este, vida longa nós que insistimos em escrever mesmo sabendo que podemos não ser compreendidos na nossa maneira de ver o mundo. Vida longa ao seu blog que continua lindo e a vc que escreve muito.
Grande abraço
valewwww
Fernando dos Santos
Fernu Opina

Tammy Vidal♥ disse...

Ai que texto lindo. Estou lhe seguindo vc pode seguir de volta?
http://spaziocandy.blogspot.com

Ringo Ichinose ♡ disse...

Nossa, ficou lindo o texto. Você escreve divinamente bem!

Fleurs en Papier

rejane disse...

oi tudo bem???
adorei seu blog se puder visitar ou seguir: voando-em-sonhos.blogspot.com...espero sua visita ...abraços

Luana Pagung disse...

Gostei disso de "Vida longa a felicidade, não a felicidade eterna, mas aquela de poucos minutos, o sorriso de uma criança, um sorvete numa tarde quente, o suave deslizar da brisa no rosto, ou seja, as coisas simples da vida que devem ser valorizadas."
Tão verdadeiro.

p.s: Sobre sua pergunta lá no blog, eu não sei dizer como consigo fotografar borboletas, eu simplesmente me aproximo com passos leves, converso calmamente com elas e fotografo. Às vezes elas querem, às vezes não. {:

Isabela Barbieri disse...

Gostei do seu blog!
Já conhece o meu? http://demaquilantederramado.blogspot.com/
Segue lá se gostar ;)
Beijos

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário